Vini Lima, diretor geral da Backbase. Divulgação.

A Backbase, provedora da plataforma de engajamento bancário, nomeou Vini Lima, ex-executivo da Google, como seu novo diretor geral para o Brasil. A empresa oferece plataforma que habilita todas as linhas de negócio – Varejo, PME e Corporações e Gestão de Investimentos, entre outras – a atuarem em uma plataforma única.

Com a nomeação de Vini, que tem mais de 15 anos de experiência internacional em tecnologia, a Backbase seguirá expandindo sua presença, e sua equipe, no Brasil. Considerando que a América Latina se tornou uma geografia prioritária para a Backbase globalmente, o plano é ampliar sua equipe regional de 96 para mais de 130 profissionais até o final de 2021, complementando a base atual de 1.500 colaboradores da companhia em todo o mundo.

De acordo com a empresa, a plataforma atende a mais de 120 grandes instituições financeiras em todo o mundo, entre as quais AIB, Barclays, Bank of the Philippines, BNP Paribas, Bremer Bank, Islands, Citibank, Citizens Bank, CheBanca!, Discovery Bank, Greater Bank, HDFC, IDFC First, KeyBank, Lloyds Banking Group, Navy Federal Credit Union, PostFinance, RBC, Société Générale, TPBank, Vantage Bank Texas, Westpac e Wildfire Credit Union. Na América Latina,

A indicação de um diretor geral para o Brasil visa a otimizar, de forma analítica e estratégica, o desenvolvimento de negócios, apoiar e gerenciar as ofertas locais de produtos e serviços na região. Além de estimular os esforços de desenvolvimento de negócios da Backbase na região.